Percurso do Ecomotion/Pro 2007 no Rio de Janeiro já está pronto

Said e Tiago conferem o mapa (aqui desfocado para manter sigilo)
Foto: Manoela Penna

Prova passará por belos trechos entre Búzios (RJ) e o Espírito Santo
Foto: Manoela Penna

Os organizadores Said Aiach e Tiago Valois acertam os últimos detalhes
Foto: Manoela Penna

Tiago registra visual da prova
Foto: Manoela Penna

A organização do Ecomotion/Pro 2007 já realizou a última conferência no percurso para a quinta edição da maior corrida de aventura do país. O último trabalho foi a confecção do Road Book, livro-guia para equipes de apoio, organização e imprensa, que acompanham a prova. Veja abaixo o texto de Manoela Penna, responsável pela assessoria de imprensa do Pro, sobre a última viagem antes da largada.

Tenham certeza. A quinta edição do Ecomotion/PRO começa muito antes das 21h do dia 20 de outubro de 2007. Se os atletas percorrerão 444km durante cerca de quatro dias, há gente que rodou quatro, cinco vezes mais. E não foi porque se perdeu… Os quartetos passam as horas no mato, abastecidos de carboidrato em gel e com as pernas ardendo pelo desgastante pedal. Do outro lado, “morar” em um carro 1.0 (que precisa ter o ar condicionado desligado para vencer as pirambeiras), comer biscoito e Coca-Cola quente também não parece um momento dos mais confortáveis. Mas todos, atletas e organizadores, vivem com prazer estas situações. “Pior é na guerra”, faz lembrar a todo instante o baiano Tiago Valois, diretor técnico do Ecomotion/PRO.

Recebi o convite para participar da viagem para confecção do road book (o guia para os carros de apoio) da prova deste ano com curiosidade e excitação. Afinal, ver os bastidores da maior corrida de aventura desse lado de cá do planeta não é todo mundo que tem o prazer. A idéia era, em três dias, mapear as estradas para os apoios, organizar os caminhos para a imprensa e checar, pela última vez, cada um dos PCs, alterar o que fosse preciso, fazer contatos com os locais, pegar autorizações de passagens por propriedades particulares. Encontraríamos com Said Aiach em Búzios para a reunião final.

A equipe da Ecomotion já havia feito o trabalho preliminar de escolher os locais de passagem levando em conta beleza, estrutura, acesso… O mapa estava atualizado pela Geotec e coube a nós, apenas, checar as coordenadas de alguns PCs.

E vamos nós.

A cada novidade, uma exclamação. A cada problema, uma solução. A cada boa notícia, claro, comemoração. E só pensávamos quando os atletas passariam por tal lugar, qual a sensação. Tudo é feito pensando “neles”, para “eles”.

Um PC saiu do mapa, outro virou PPO, uma modalidade acabou 3km antes por questão de segurança, a cachoeira virou PC (com jeito de oásis), qual a melhor forma de chegar no PC do duck, onde é preciso corte de segurança… E aquelas montanhas? Não cairiam bem para as técnicas verticais? Ô, se cairiam. E o desejo virou plano de ação. Contatar o administrador da fazenda, subir o morro, fazer os cálculos, falar com o proprietário…

“O Ecomotion/PRO está redondinho”, vibrava Tiago Valois. E, para não ter dúvidas, o baiano ainda voltou para casa com uma ferradura de cavalo, símbolo de boa sorte, encontrada no meio de uma estradinha de terra. “Já está dando tudo certo”, resumiu Tiago.

Que venha dia 20 de outubro!

Deixe um comentário