Escoteiros são resgatados após 90 horas perdidos

Grupo estava perdido desde sábado (19), quando saiu de Embu-Guaçu. 
Escoteiros pretendiam chegar a Itanhaém, no litoral paulista.

 

Depois de quase 90 horas na mata, o grupo de escoteiros que estava perdido na Serra do Mar em Itanhaém, no litoral paulista, pôde voltar para casa. Eles chegaram ao destino na madrugada desta quarta-feira (23). 

 

Eram quase 22h da noite de terça-feira (22) quando os bombeiros ligaram o farol de uma das viaturas. O objetivo era fazer com que os adolescentes, que estavam no alto na serra, avistassem a luz. 

 

Por meio de assobios, parentes e amigos tentavam receber uma resposta do grupo, que apareceu faltando poucos minutos para as 2h. Dali todos foram levados direto para a escola onde puderam se alimentar e contar como foram os dias na mata.  

 

A equipe de escoteiros da capital, formada por nove adolescentes e três monitores, saiu no sábado (19) de Embu-Guaçu, na Grande São Paulo, e pretendia chegar em Itanhaém no domingo (20). Segundo os bombeiros, eles foram resgatados exatamente no meio do caminho. 

 

O trajeto planejado não deu certo e o grupo acabou se perdendo. Eles acreditam que o aparelho de localização por GPS tenha falhado por causa do mau tempo. Nem o monitor do núcleo, nem os escoteiros conheciam a trilha. 

 

Apesar do susto e de alguns arranhões, os garotos estavam bem.

Deixe um comentário