Amazonenses receberão prêmio para não desmatar a floresta

 

 

Meio Ambiente – O governador do Amazonas, Eduardo Braga, assinou um decreto que estabelece medidas ambientais para reduzir as emissões de gases causadores de efeito estufa e combater o desmatamento. Elas entraram em vigor em 5 de junho, Dia Internacional do Meio Ambiente, quando o decreto foi promulgado.

Uma das novidades é a criação do Bolsa Floresta. Integrantes de comunidades tradicionais que incentivarem a utilização da mata de forma sustentável receberão auxílio de cerca de mil reais no final de cada ano.

A única regra para receber o benefício é não desmatar. A preservação das unidades de conservação será fiscalizada através de imagens de satélite e auditorias de campo.

Para Manoel Cunha, coordenador do Conselho Nacional dos Seringueiros no Amazonas, a proposta deve atender às demandas das populações tradicionais da floresta.

O Amazonas tem 35 unidades de conservação estaduais, que somam quase 17 milhões de hectares, ou 10% do território do Amazonas.

Deixe um comentário